segunda-feira, 7 de novembro de 2011

suave potente


o que é este
estado de torpor
enxaqueca doce
parte quietude
parte inquietação

este desejo de se despir
de todas as camadas
de estar nu
e, mais importante,
estar plano

que preenche a nossa sensibilidade
a nossa natureza poética
ao nos depararmos
com a gentil e inegável
presença do erótico?




Um comentário:

Rita Loureiro disse...

isso é urgente em mim:
"estar plano"