quinta-feira, 24 de novembro de 2011

ao redor

ela se deleitou com sua bebida parte chá parte bituca de cigarro. porque ela não era que nem os outros, 3/4 de chantilly 1/4 de bolo. ela é receita de dentro de casa e não torta de padaria. ela tem lábios quentes e feridos, contato com sua língua efervescente e muito afiada. ela dá voltas ao redor da casa e atira cacos de vidro ao gramado do vizinho. uma mulher que se desfaz e se recompõe a cada palavra.

uma taça de cristal
depois
um toque de veludo


2 comentários:

Rita Loureiro disse...

Me senti contemplada.
:*

Rita Loureiro disse...

Atirar cacos de vidro aos vizinhos. só isso. que imagem formidável, não só pela sua subjetividade mas porque me dá vontade de rir...